20150812_230340

E daí? (por Dany Fran)

20150812_230340

Ela nunca come pelas beiradas. Mete o garfo no meio.

Às vezes, queima a língua. Quase sempre mata a fome.

Reclama do paladar dolorido. Mas e daí?

Ela briga com o relógio. Lota a agenda.

Às vezes, atrasa. Quase sempre se estressa.

Reclama da falta de tempo. Mas e daí?

Ela raramente caminha. É a última das prioridades.

Às vezes, sente dor no corpo. Quase sempre a resistência é baixa.

Reclama do seu condicionamento físico. Mas e daí?

Ela quer ler mais. Voltar ao piano. Assistir várias séries. Andar descalça com os filhos.

Uma coisa de cada vez. Sem culpa. Nem pressa.

Às vezes, faz uma coisa, mas junto com outra. Quase sempre não aproveita uma, nem a outra.

Reclama da exaustão mental. Mas e daí?

Ela amaldiçoa a semana. Disputa com os ponteiros.

Às vezes, não sabe o que quer. Mas sempre sabe o que não quer!

Um dia, finalmente, deu ouvidos a uma louca mexicana que disse: não te demores, onde não amares.

E daí… bem… e daí ela se perdeu nos labirintos da palavra. Até reclamou. Mas ficou. Porque amou!

Dany Fran

Dany Fran

Autora de "Dias Nublados", jornalista.