20150918_153355

#12 Livros para 2015 – A ORIGEM DAS ESPÉCIES

20150918_153355

Hoje, vivemos certos da evolução das espécies. Compreendemos a supremacia dos mais vigorosos como uma lei natural. Já não nos dobramos aos dogmas religiosos. Nossa mente enxerga a criação como o milagre natural da evolução. Ou, ao menos, temos essa opção.

Mas nem sempre foi assim e nós também sabemos disso. Sabemos que pode ser muito difícil mudar uma situação. Imagina mudar a crença da criação. Charles Darwin fez isso. Levou a vida fazendo isso. Se dedicou exaustivamente. Corrigiu seu trabalho, metodicamente. Repetiu as mesmas experiências, as mesmas dissecações, as mesmas observações, um número exagerado de vezes. E, como ele mesmo disse, tinha uma verdadeira ânsia para se dedicar a determinada questão do seu interesse. Mais de duas décadas de esforço.

Fico pensando, nós queremos mudar as coisas. Queremos mudas as nossas vidas. Fazer uma revolução pessoal. Mesmo não tendo a dimensão da empreitada de Darwin, é um projeto importante e muito sério. Mas e aí, nós nos dedicamos? Nos esforçamos exaustivamente? Recomeçamos o número de vezes necessário? Ou nos cansamos e desistimos rapidamente?

Tenho a impressão de que o slogan do mundo atual é o desejo fácil. A comida instantânea. A medalha comprada. A conquista na sorte. A riqueza feita com o dinheiro alheio.

Darwin abdicou de inúmeras coisas, porque tinha um foco; porque sustentou com trabalho, esforço e dedicação seu propósito; porque não desistiu frente às inúmeras vezes que falhou. Começou tudo de novo.

A pergunta é: E você, quer mudar o quê? E faz todo o necessário, pelo tempo que for preciso, para que isso aconteça?

Veja lá, a evolução de Darwin está feita. Agora, a sua e a minha, depende de nós!

 

Texto: Kelly Shimohiro

Fotos: Sofia Shimohiro

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".