20150927_121311

Vivemos procurando…

Tem gente que vê mas não enxerga. Tem gente que olha e nem vê. Vivemos procurando. À caça do melhor ângulo. Da palavra ajustada. Da hora boa pra sorrir. Do momento perfeito pra relaxar. Do dia ideal pra’ bombar’. Da noite certa pra amar. Da semana planejada pra arrumar. Abrir as gavetas.
Revira. Retira. Remexe. Nada. De poeira. Fecha. A gaveta. O calendário continua. Folhinha por folhinha. A gaveta volta e encher. Procura. Nada. Remexe. Retira. Revira. Estava ali. O tempo inteiro. Na sua frente. Mas aloprado. Robotizado. Vedado pela própria cegueira. Não enxergou.
Você nunca passou por essa experiência? A coisa, o tempo todo, na sua frente e você procurando por outra! As Irmãs de Palavra, infinitas vezes. E foi uma amiga de palavra, Solange Sperandio, que nos chamou atenção a esta loucura de não ver o que não está ali, bem na nossa frente.
A Ciência comprovou recentemente, e a revista Currente Biology publicou, que a ‘beleza’ realmente está nos olhos de quem vê. Os pesquisadores descobriram que muito do que atrai as pessoas é guiado por suas experiências individuais. Ou seja, abrir a gaveta e o que tem nela não é a questão. Mas o que você enxerga, … outra história!  E ver, literalmente, vai sempre depender dos seus próprios olhos!

20150927_121311

As IRMÃS DE PALAVRA são avessas aos manuais conselheiros. Mesmo assim, não resistimos a umas dicas que podem nos ajudar a enxergar melhor o que está por aí, em volta da nossa vida!

1 – O que eu devo ver? Nós é que sabemos! É só com você, amigo. Olhos são propriedade privada. Você manda nos seus e nós, no nosso! Ou tem alguém apontando o que você deve ver no mundo? Deus nos livre!

2 – Qual a boa hora para ver melhor a minha vida? Depende do seu tempo. Daqui a pouco… Amanhã… Logo mais… Porque AGORA, seria uma boa hora pra você?

3 – Qual a grande sacada em olhar direito para as coisas? Gostamos dessa coisa de sacada. As IRMÃS DE PALAVRA vivem na sacada. Achamos bom demais essa varanda moderna. Sacadas são cheias de ar fresco, elas oxigenam a alma da casa. Imagina o que fazem com nossos pensamentos, com nossos sentimentos. Bom mesmo uma sacadinha!!

E pra terminar, não tem outro jeito. Cada um precisa costurar seu caminho, limpar seus preconceitos, escolher seu estilo. De vez em sempre, pare tudo. Olhe pra dentro e ajeite sua postura. Afinal, é a sua vida e está tudo aí, bem debaixo do seu nariz!!

Texto: Dany Fran e Kelly Shimohiro

Foto: Lara Shimohiro

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".