nova foto ok

Uma história líquida

irmãs 2 irmãs 3irmãs ok 1

‘Essa história começou na manhã de um dia que escorreu pela agenda e descartou, sem pestanejar, o saber sobre algumas (in)certezas. – “Você é da época da datilografia…” – brincou um colega de trabalho diante da agilidade da parceira com o teclado do PC, digitando com todos os dedos a uma velocidade absurda. – “Não fiz o curso. Mas queria. Peguei todos os mais de cem exercícios da minha irmã que tinha acabado de fazer e aprendi sozinha a datilografar, ou melhor ‘digitar’, com a mesma vontade que aprendi a blogar”  – assim ela rompeu o riso do novo colega que agora pareceu mais interessado.  Na semana seguinte, a história continuou, ainda que em outra versão. – “Podemos postar essa trama que levou horas pra ser produzida e minutos pra ser contada, em 30 segundos na rede social”- sugeriu.’

 O tempo todo, não apenas objetos e a tecnologia, mas ideias parecem ficar obsoletas e serem descartadas. Só que existe um paradoxo em toda essa inconstância. O mundo que, pensadores como Zugmunt Bauman (sociológo polonês) e Leandro Karnal (historiador brasileiro) chamam de mundo líquido, que muda a toda hora e não está preso a uma única forma,  conserva algo de constante. E a nossa vida se caracteriza por isso também: aqui ou ali, uma coisa não mudou – continuamos dependendo um do outro. 

Passando de uma sociedade de produção para uma sociedade de consumo, elegemos o consumismo como dogma norteador da nossa vida moderna e, talvez, tenhamos nos tornado pessoas sem consistência. Jogamos fora, fácil. Trocamos, fácil. Descartamos, fácil. Desistimos, fácil. De coisas, de projetos e – infelizmente – de pessoas.

Será que o mundo líquido é feito de pessoas construindo, dia após dia, uma vida banal? Acumulando lixo e desperdiçando a capacidade de pensar, refletir e escolher (se você parar para pensar, precisa mesmo de tudo aquilo que vê nos comerciais de tv?). Você quer viver assim? As IRMÃS DE PALAVRA dizem não!
  • texto: Kelly Shimohiro e Dany Fran

irmas okok

 

 

Dany Fran

Dany Fran

Autora de "Dias Nublados", jornalista.