FOTO-TEXTO-MENOS-IMPULSO_-MAIS-SELEu00C7u00C3O_-MAIS-SILu00CANCIO

Dê uma pausa e deixe assim, página em branco.

de uma pausa

e deixe assim, página em branco

Esforços cansam o planeta todo.

– ‘Estão loucas, Irmãs de Palavra?  

Loucas, sim. Bobas, não! E a gente repete: esforços cansam o planeta todo. Cansam todo mundo a sua volta. Cansam mentes criativas. Cansam pássaros novos, que perigam nem voar. Recolhidos e assustados, não têm espaço num céu superpovoado pelo mesmo chilreado.

Estamos falando de esforços cegos, repetitivos. Enfadonhos. Esforços idiotas. Que não abençoam o mundo com a alegria da novidade.

Pessoas em ziguezague  frenético poluem o clima com suas certezas e ideais cristalizados. Todos ultrapassados, copiados, decorados. Exército (re)produtor, consumidor, nunca inovador. Escreve-se em todas as páginas, planeja-se todas as horas, distrai-se todos os dias. Ausenta-se a vida (toda). Ocupa-se de hábitos e agendas ocupa-o.

– ‘Tá bonito o discurso! Mas pra onde eu vou, criar sem me esforçar, sem ziguezaguear?’

Faz ziguezague, se quiser. Esforce-se, o quanto precisar. E o mundo precisa! Mas feliz é a pausa! Ficar um pouco sem ação. Perder a mão. Esquecer o passo. Descansar o teclado e permitir a página em branco. Por um momento, só de vez em quando. O espaço vazio que ecoa – Vozes. Tantas que só no silêncio dialogam com o seu desejo. Pausa é um momento divino, que conecta em sinapses, pensamento, ação, desejo, sentimento, reflexão. E mostra, enfim, que o papel em branco, no intervalo de um instante, é sim criação. Uma janela aberta que deixa o mundo respirar. E acabar com a pobreza da vida em série. Em série. Em série. Em série.

‘… (silêncio)’

E hoje, página em branco, por favor!

texto Irmãs de Palavra

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".