aaa vale

Dê uma pausa e leia uma história sobre agendas

de-uma-pausa-300x153

e leia uma história sobre agendas

Uma amiga especial das Irmãs de Palavra – Nina/Aline Alvarenga Batistuti, disse que SIM, devemos nos levar a sério. Nós demos uma parada quando lemos o post dela. É comum dizerem que o legal é você não se levar tão a sério, ser menos obsessivo consigo próprio, dar espaço para o “tudo bem, não deu certo, vamos pra outra, não era para ser”. O problema parece justamente esse: preocupação, estresse, pouca diversão, corrida frenética nas 24 horas diárias, trabalhotrabalhotrabalho, mania de perfeição, cobrança militar consigo próprio.

Mas não era sobre  isso que Nina falava. Não era sobre aquela seriedade inflexível que impede o espaço do riso e da diversão. Opa, às vezes a gente pode confundir as bolas todas. Era sobre definir-se como prioridade, sobre concentrar-se no que precisa para realizar-se no mundo, moldar suas horas nas coisas que você sabe que tem que fazer para ser você mesmo. Só se levando a sério!

Aí outra amiga especial das Irmãs de Palavra, Lígia Guimarães, posta, entre tanto blábláblá por aí de que trocar o calendário é só uma ladainha, só mais uma data…, que ela é daquelas que vira o ano e apaga tudo, renova o fôlego! SIM, nós também renovamos  ‘a agenda’ e levamos isso tudo a sério. Até porque…

Não adianta fazer check list de brincadeirinha e deixar na gaveta.

Não adianta amontoar ‘querer’ sem organizar a prática.

Não adianta dar de ombros e achar que a vida é assim mesmo.

Não adianta se acovardar frente as horas de solidão que terá que enfrentar para conseguir o que quer.

Não adiante se esconder atrás da realidade oposta ao sonho. Quase sempre é cavar o caminho mesmo.

Não adianta maldizer as diferenças, sem confrontá-las na sua rotina.

Não adianta acumular páginas lotadas e abertas, sem se debruçar e executar o projeto tão desejado.

Não adianta bancar o legalzão e concordar com todos à sua volta e virar a pessoa que eles querem que você seja.

Tem uma hora que deixar pra depois é um passo muito mal dado. Estamos só começando, esse é o primeiro DÊ UMA PAUSA de 2018, temos muito tempo agora. Agende-se! (e claro, não vamos confundir as bolas todas, a gente não quer só comida, a gente quer comer e quer fazer amor)

Texto das Irmãs de Palavra

agenda

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".