SURREAL

Dê uma pausa e leia uma história sobre as mulheres de terça-feira

de-uma-pausa-300x153

e leia uma história sobre “As mulheres de terça-feira”

“A cada passo, uma resposta”. Era o que esperavam as cinco amigas do romance ‘As mulheres de terça-feira’ da escritora alemã, Monika Peetz. Todas em uma aventura pelo caminho de Santiago da Compostela.  Não, não, não é nada disso. Todas numa aventura em busca de si mesmas. É o que dá quando um bando de mulheres se reúne. Geralmente dá nisso. Acontece que, a história deste livro pulou das páginas ao cair nas graças de uma das Irmãs de Palavra (Dany Fran), quando ganhou o livro de presente  de aniversário de uma amiga, a Rô. E então, “a cada passo, uma resposta” foi fazendo um ziguezague entre outras mulheres, amigas de palavra, numa corrente que começou assim: Rô dá o livro a Dany Fran, que o indica no clube de leitura AMIGOS DE PALAVRA  de Londrina, o que leva a uma discussão acalorada e feliz a respeito das andanças que cada um faz na vida, então outra amiga (Silvana) se interessa pelo livro e pede para colocá-lo no clube AMIGOS DE PALAVRA de Maringá, que resulta numa algazarra de opiniões, que acaba inspirando um encontro real (nem fictício, nem virtual) das “mulheres de terça-feira”. Sim, foi glorioso e foi agora, dia 23 de janeiro de 2018. Rodeadas pelo verde e pelo charme da casa de Maria Eugênia, nos metemos nesse caminho “a cada passo, uma resposta, uma risada, uma surpresa, uma descoberta, uma troca, uma nova pergunta”. Assim foi a primeira noite. Uma baita viagem. Um delicioso percurso onde nove mulheres de “terça-feira” sacudiram histórias de afeto. Plurais. Particularmente especiais. O que esperam essas mulheres de terça-feira? Talvez, como disse uma delas, a Wal: “De vez em quando, precisamos ser como uma Fenix”. Voos renovados para passos cada vez mais longos. E tudo isso não passa de uma história. Só que REAL.

Texto das Irmãs de Palavra

3dasmulhers

Dany Fran

Dany Fran

Autora de "Dias Nublados", jornalista.