20160705_092318

DÊ UMA PAUSA, vamos falar do livro da semana!

de-uma-pausa-300x153

Vamos falar do livro da semana!

Mas antes, vamos falar de Paris. Quando uma das Irmãs de Palavra pisou lá pela primeira vez estava com seu amour, e se sentiu tão em casa, que conjurou um dia viver – e escrever – mais histórias ali. Mas quando as duas foram parar em Paris juntas, aconteceu por acaso, como as melhores coisas realmente acontecem. Foi um post idiota no facebook: “Ano que vem, vou estar rindo disso tudo em Paris!” (a outra Irmã de Palavra, que nunca havia pisado lá, publicou em seu feed). Então, veio o ano seguinte e a viagem para Toscana, das duas com a mama. Só que antes, aconteceu Paris, numa escala acidental. Às vezes, o destino é generoso. Às vezes, a fantasia se torna realidade pra você (assim, de repente!). E já que estávamos em Paris, decidimos seguir o conselho de Hemingway (não podíamos desobedecer, era Hemingway!). E no conselho ele dizia: Paris é uma festa (Bertrand Brasil, 2013). Paris é a festa das revoluções, do feminismo, dos grandes romances, da contravenção. Paris é a festa da moda, do croassant, da manteiga, do champagne e do escargot. Paris é o triunfo, lá se come comida francesa, bebe-se vinho francês enquanto estranhos murmuram palavras sensuais à sua volta (tudo em francês!). Paris é mesmo uma festa! Dos bons livros, do jeito Ce’s La Vie de se viver, das críticas sociais e dos preços exorbitantes. É uma cidade linda, o crème de la crème da high society. Não, o crème de la crème dos intelectuais e dos escritores. Na verdade, Paris é uma festa, mas aqui também é. O resto é história (e a gente adora!)

Texto das Irmãs de Palavra


parisfesta

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".