aaa vale

A revolução das palavras

A palavra sempre saiu por aí, rodando o mundo inteiro. A diferença agora é que ela percorre milhões de quilômetros num segundinho qualquer. É só clicar. Dissimulada, desinibida, escandalosa, chocante, traiçoeira ou descontraída, simples, verdadeira e bem colocada. Acostumada a tantas bocas, a danada é boa de conversa. Culta ou popular. Nos ‘zilhões’ de diferentes idiomas.

Mas um dia, aconteceu uma coisa engraçada. A palavra cansou. Fez greve, piquete, passeata, arrancou todos os penduricalhos que botavam nela, e disse que não ia mais a lugar algum. O mundo todo caiu de joelhos, gente de todo tipo implorou, negociadores de elite foram mandados até a praça principal de um paisinho miserável. Era lá que estavam as ‘revoltosas’. Unidas, haviam encontrado as amigas e, num mutirão, concordaram: foram usadas e abusadas, escorraçadas e mal tratadas. Em uníssono: NÃO MAIS! A Terra em silêncio, sedenta.

Não demorou muito para acontecer uma reunião democrática. As palavras disseram sim, voltariam ao mundo, à velha engrenagem da qual faziam parte. Só que tinham uma exigência. Que tudo que se dissesse a partir de agora obedecesse três princípios: fosse verdade, fosse gentil e nunca violento. Os negociadores caíram ali mesmo, estupefatos. Não tinham argumentos.

Não se sabe como a notícia se espalhou. Pessoas de todos os continentes sorriram. Para elas seria fácil, começaram a falar imediatamente. Mas o mais engraçado se deu em um sujeitinho tagarela. Esse aí nunca mais pode falar palavra nenhuma. Nunquinha. Imagina só!

Mudo, com o tempo, esqueceram dele. Aquelas palavras cabeludas, feias que dói, cheias de grosserias, intolerância, agressividade, mentiras deslavadas e preconceito; nunca mais foram ouvidas. Dizem até que o sujeito enlouqueceu. Não importa. A revolução estava feita. E as palavras voltaram ao mundo. Livres, leves, soltas, doidas pra escaparem da boca.

A revolução das palavras

 

Kelly Shimohiro

Kelly Shimohiro

"Tudo é um ponto. E o ponto é você!" Autora de "O Estranho Contato".